Siguenos en la red:

FacebookFacebook TwitterTwitter Geosilex en LinkedIn

Selección de idioma: Español . Français . Português . English

anterior siguiente

8 Solicitações máximas

para um material de construção sustentável ideal

6. Cooperar com o resto de materiais para maior eficiência dos elementos nos que se aplica.

““Ao longo prazo, se observava que a resistência mecânica dos cimentos com cal hidratada, aumentava de forma contínua. Isto se explicava pela capacidade de se carbonatar da cal hidratada, fenômeno lento, porém no final permitia obter elementos de grande resistência e durabilidade".

Tais estudos de princípios do século XX, assim como estudos mais recentes demonstraram que a adição de cal hidratada em concretos com cimentos do tipo Portland proporciona toda uma série de vantagens indicadas a continuação:

a) Como se mencionou anteriormente, um dos efeitos mais notáveis da adição de cal hidratada no cimento Portland é o notório incremento da plasticidade e trabalhabilidade da pasta fresca. Isto favorece a pega de um material que se adere melhor ao substrato, e que atinge uma maior compacidade e impermeabilidade (MINNICK, L.J. 1959. EFFECT OF LIME ON CHARACTERISTICS OF MORTAR IN MASONRY CONSTRUCTION. CERAMIC BULLETIN, 38, 239-245).

b) Um dos produtos da pega do cimento Portland é o hidróxido de cálcio, a fase denominada portlandita, que pode chegar a formar entre o 15 e o 25% de um cimento (BACHE ET AL. 1966 MORPHOLOGY OF CALCIUM HYDROXIDE IN CEMENT PASTE. SYMP. STRUCT. PORTLAND CEMENT PASTE AND CONCRETE. SP. REPORT 90, 154-174). Esta fase contribui notoriamente às propriedades mecânicas do cimento, e ademais lhe outorga um elevado pH (arredor de 12). Isto contribui para a estabilidade química do cimento ao longo prazo. Tal efeito é chave nos concretos armados, já que com tal pH é inibida a corrosão dos elementos metálicos. Porém, a portlandita do cimento acaba se carbonatando com o tempo, podendo minguar sua resistência química. A adição de cal hidratada no cimento potencia e alonga dito efeito, contribuindo para sua durabilidade.

d) A presença de hidróxido cálcico acrescentado a uma pasta de cimento Portland contribui a uma maior umectação de dita pasta. Com efeito, a elevada capacidade de retenção de água da cal hidratada favorece uma lenta secagem, o que por sua vez propicia uma melhor pega hidráulica.

A adição de GeoSilex® nos concretos com cimento Portland proporciona as mesmas vantagens mecânicas que as cales tradicionais.
VANTAGENS DA ADIÇÃO DE GEOSILEX® A CONCRETOS E ARGAMASSAS.

Tradicionalmente a cal hidratada utilizada como aditivo do cimento Portland é obtida pela calcinação de pedra caliça (CaCO3) a temperaturas de 800 a 1000 °C, reação que acarreta a emissão de CO2 e geração de CaO além de um considerável custo energético.

O hidróxido de cálcio que constitui mais de 80 % em peso do GeoSilex é obtido por uma rota não convencional seguida após a hidratação de carbeto de Ca, mediante um procedimento patenteado pela Trenzametal e pela Universidade de Granada.

Este tratamento permite converter as cales de carbeto em um produto melhorado, de grande valor agregado e que forma a base do GeoSilex®, material de excelentes prestações (reologia, modelagem, trabalhabilidade e facilidade de colocação na obra) e enorme capacidade de captação de CO2, e com grande potencial como material cimentante, sem nenhum dos inconvenientes que poderiam apresentar inicialmente as cales de carbeto sem otimizar.  “VANTAGENS DA ADIÇÃO DE GEOSILEX® A CONCRETOS” CARLOS RODRÍGUEZ NAVARRO. CATEDRÁTICO DPTO. MINERALOGIA E PETROLOGIA. UNIVERSIDADE DE GRANADA.

Materiales para arquitectura activa frente al CO2

Mapa do site · Política de Privacidade · · Contato