Siguenos en la red:

FacebookFacebook TwitterTwitter Geosilex en LinkedIn

Selección de idioma: Español . Français . Português . English

anterior siguiente

8 Solicitações máximas

para um material de construção sustentável ideal

1. Fabricação a partir de resíduos ou com o menor consumo de matérias primas não renováveis.

Plano Nacional Integrado de Resíduos (PNIR) 2008 – 2015.
O PNIR insiste principalmente no que popularmente se conhece como os três erres, reduzir, reutilizar e reciclar:

  • Deter o crescimento na geração de resíduos produzido na atualidade.
  • Reduzir o derrame de lixo tóxico e fomentar a prevenção, a reutilização, a reciclagem da fração que dela possa ser susceptível e outros mecanismos de valorização da fração de resíduos que não possa ser reciclado.
  • Evitar que os resíduos contribúam à alteração climática.

A finalidade do plano é promover uma política apropriada na gestão dos resíduos, aminorando sua geração e impulsando um correto tratamento dos mesmos. Também pretende que as Administrações públicas, os consumidores e usuários se involucrem de maneira que cada uma das partes assumam as suas respectivas frações de responsabilidade.

Em 2007 a indústria espanhola gerou 60,7 milhões de toneladas de resíduos e a quantidade de resíduos urbanos foi de 25,6 milhões de toneladas. Nota de imprensa do INE.  29 de julho de 2009.

GeoSilex® 97% procede de resíduos industriais.

GeoSilex® é fabricado a partir dos resíduos perigosos gerados pelas indústrias de fabricação do gás acetileno. 
Estes resíduos, além de hidróxido de cálcio, contêm numerosas impurezas, materia orgânica indesejável, compostos de enxofre e metais pesados. O processo de fabricação do GeoSilex® desde o ponto de vista da salubridade consiste em tornar inerte a matéria orgânica, evitar que se forme anidrido sulfúrico e precipitar os metais pesados como carbonatos insolúveis muito estáveis mediante carbonatação seletiva.

Ao mesmo tempo em que se acondiciona a reologia do produto, é preservada a capacidade de agregação irreversível das partículas de Ca(OH)2 e a reatividade hidráulica que lhe conferem as peculiares propriedades das partículas nanométricas da cal obtida. Estas partículas se mantêm deslocadas do processo de carbonatação prematura dos compuestos de enxofre para preservar a sua capacidade de pega aérea mediante a captação do CO2 ambiental.

 

Materiales para arquitectura activa frente al CO2

Mapa do site · Política de Privacidade · · Contato